COLUNA: Quem faz ingestão de bebida alcoólica pode amamentar?




Muitas mães se privam do consumo de álcool na gravidez e desejam ingeri-lo durante o período de amamentação, e isso não é necessariamente proibido.

As bebidas alcoólicas são fonte de prazer em muitos ambientes de festividades, mas o impacto do uso e abuso do álcool é uma importante preocupação na saúde pública. Os efeitos do álcool sobre o feto são muito bem estudados, por isso é determinada a proibição de bebidas alcoólicas durante a gravidez. Já o consumo de álcool durante a amamentação não é proibido, porém deve ser moderado.

O nível de álcool que chega até o leite está diretamente relacionado à quantidade ingerida, ou seja, quanto menor o volume, menos tempo ele vai levar para ser metabolizado e eliminado pelo organismo. O consumo eventual moderado de álcool (0,5g de álcool por quilo de peso da mãe por dia, o que corresponde a aproximadamente um cálice de vinho ou duas latas de cerveja) é considerado compatível com a amamentação.

Como regra geral, o tempo médio para uma mulher eliminar o álcool de um drink (um copo de cerveja ou uma taça pequena de vinho) é igual a 2 horas, 4 horas para dois drinks, 6 horas para três drinks e assim por diante, dessa forma, respeitando o tempo de eliminação do álcool não terá presença dessa substância no leite materno.

O importante é se atentar a quantidade de bebida ingerida e a regularidade, tendo em vista que o álcool diminui a secreção de ocitocina, que diminui a ejeção e a quantidade do leite para o bebê.  Na prática, orienta-se que a mãe faça o uso da bebida alcoólica imediatamente após amamentar o filho, dando preferência ao período de maior sono da criança. Recomenda-se que a amamentação seja interrompida por 2 horas para cada drink ingerido. É desejável que a mãe realize a extração e o armazenamento do seu leite antes da utilização de bebidas alcoólicas, principalmente em lactentes em aleitamento materno exclusivo, para que o leite materno ordenhado seja oferecido se necessário. Também é interessante ingerir água antes, durante e depois de beber. Além disso, também vale a pena consumir petiscos durante a ingestão da bebida.

Essa publicação é importante não só para as mamães, mas para todo mundo. Jamais julgue uma mãe que sai para se divertir e tomar uns drinques, a maternidade demanda de muito tempo e energia da mãe, e nada melhor que ela também tenha seus momentos de tempo ócio.
___________________
Mylena Félix é Nutricionista e colunista do Jornal Folha Regional

0 Comentários

header ads
header ads header ads