Prefeitura de Pombos nega aumento do piso salarial dos professores


 O SINDPOMBOS (Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Pombos) se reuniu nesta segunda-feira, dia 07/03/22, às 10h, com os servidores da EDUCAÇÃO para juntos discutirem com o prefeito, a pauta de reivindicações de 2022, tendo como ponto principal o piso salarial do magistério, conforme a Lei n° 11.738/2008, calculado sobre o valor/aluno anual, para ser aplicado na carreira dos professores, bem como a elaboração do PCCR dos Servidores da Educação, emenda referente à licença prêmio no estatuto do servidor, retirada em 2018, e o desconto sindical em folha.

O ponto mais relevante da discussão foi o Piso Salarial Profissional Nacional para os profissionais do Magistério Público da Educação Básica, que foi definido em 33,24% e, no entanto, a proposta de reajuste por parte do Prefeito, Manoel Marcos, foi de 12% sobre o piso salarial. Proposta essa que, segundo a Presidente do SINDPOMBOS, Cristina Alves, não foi aceita pela categoria de professores. Por este motivo, o SINDPOMBOS solicitou receitas e despesas do executivo, acordado para ser entregue no dia 14/03 (segunda-feira), para análise e contraproposta.

O próximo encontro será no dia 18/03/2022 (sexta-feira), às 10h, para uma nova negociação.

Descascando Abacaxi


0 Comentários

header ads
header ads
header ads