POLÊMICA: Vereador Luiz Prequé detona presidente interino da câmara de Gravatá


 A nova composição da câmara de vereadores de Gravatá no agreste, enfrenta um dilema desde a posse de seus componentes no início de janeiro. A casa que vinha sendo comandada pelo vereador Léo do Ar (PSDB) na gestão passada, enfrenta agora um dilema para saber quem de fato é o novo presidente.

Na noite da última terça (27), após várias batalhas judiciais, foi realizada mais uma sessão solene presidida por Léo. O que não seria esperado, foi um vídeo divulgado nas redes sociais do vereador Luiz Prequé (PSD), afirmando que chegou a ser impedido de participar da reunião por determinação de Léo do Ar.

No mesmo vídeo, Prequé também afirma que teria recebido a informação por alguns funcionários da casa, de que ele não era mais vereador. Em poucas horas, a postagem tomou uma grande proporção levando vários internautas a repudiarem as medidas do então presidente da câmara.

Informações não oficiais dão conta de que, Léo teria fundamentado sua decisão com base em um regimento interno da casa que garante o afastamento de qualquer parlamentar após três faltas às reuniões. Neste caso, Prequé já estaria com quatro faltas, levando ainda em consideração que no dia 15 deste mês, Prequé não teria assinado um documento de presença onde foi realizado uma solenidade de posse, e só após o dia 22, o parlamentar teria demonstrado interesse em assinar, no entanto, já estaria no fim legal do prazo.

0 Comentários

header ads
header ads header ads