R$ 3,5 mil em notas falsas são apreendidos em Gravatá


Quatro pessoas foram pegas portando moedas falsas que estariam sendo repassadas em estabelecimentos da cidade de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, nesta quarta-feira (18/10). De acordo com a Polícia, uma mulher, uma menina de 12 anos, um homem e um adolescente de 15 anos foram levados, inicialmente, para a sede da Polícia Federal e, logo depois, para o Departamento da Criança e do Adolescente (DPCA), no bairro da Boa Vista, por haver menores de idade envolvidos na ação.

Segundo o Delegado do DPCA Nilton de Souza, a Polícia foi acionada por um taxista da cidade de Gravatá que desconfiou do quarteto. “Pelo que conseguimos apurar até agora, o dinheiro estava sendo repassado para restaurantes da cidade. Um taxista do local desconfiou e entrou em contato com a Polícia. Foram apreendidos R$ 3,5 mil em moedas falsas, a maioria com notas de cem Reais falsas, que foram compradas por R$ 1 mil”, explicou. Ainda não se sabe em que circunstâncias essas notas foram adquiridas. O quarteto foi localizado no início da Rua Félix Sobrinho, próximo a agência dos Correios de Gravatá.

Autuados

Ainda de acordo com o delegado, com a mulher, mãe da garota de 12 anos e que teria sido a compradora das notas, foi encontrada a maior parte do dinheiro. Com o adolescente de 15 anos, apenas R$ 100,00 falsos. Já com a menina e com o homem não foi apreendido nenhum material. “A menina provavelmente não sabia que eram notas falsas, até pela idade. Com o homem também não foi encontrado nada, mas ele estava dirigindo o carro que levava os outros”, disse.

O Delegado Nilton Souza informou que o menino de 15 anos será autuado no DPCA, assim com o homem e a mulher, que serão autuados pela Polícia Federal.

JC

0 Comentários

header ads
header ads header ads