MPPE recomenda adicionais noturnos e de insalubridade a servidores municipais de Chã Grande


 O prefeito de Chã Grande, Diogo Alexandre, recebeu nesta terça (26) uma recomendação do Ministério Público de Pernambuco para implementar adicionais noturnos e insalubridade aos servidores municipais. De acordo com a informação repassada por meio da Promotoria de Justiça de Chã Grande à redação do Jornal Folha Regional, a recomendação é para observar a importância da lei de responsabilidade fiscal.

“A recomendação foi expedida em razão de omissão do poder público na regulamentação e concessão desses benefícios. A Constituição assegura esses direitos aos servidores e também a própria legislação municipal. Temos certeza de que a administração será novamente sensível a esta reivindicação legítima dos servidores e acatará a recomendação do MP”, comentou o promotor Gustavo Dias Kershaw, titular da Promotoria de Justiça de Chã Grande. A prefeitura tem dez dias para responder ao Ministério Público.

0 Comentários

header ads
header ads header ads