Vacinação contra febre amarela será realizada em Palmares após morte de saguis


Moradores do Clube de Campo Alvorada, no bairro de Aldeia, em Camaragibe, no Grande Recife, onde pelo menos 14 saguis foram encontrados mortos no fim de dezembro de 2019, esperam com um misto de tranquilidade e apreensão o resultado do laudo sobre a motivação do óbito dos animais.

Na manhã da quarta-feira (8), os moradores se reuniram com gestores das Secretarias de Saúde do Estado (SES) e de Camaragibe para discutir plano de vacinação contra febre amarela, que pode ter causado a morte dos animais. Vacinação começa no sábado (11).

De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde de Camaragibe, Geraldo Vieira, saguis não transmitem a doença, mas os óbitos desses animais também servem de evento sentinela para monitorar a possibilidade de circulação do vírus na região, antes mesmo de humanos adoecerem. Por isso, o Governo de Pernambuco e a Prefeitura de Camaragibe vão vacinar moradores da região onde foram encontrados os animais mortos.

A gerente de Vigilância das Arboviroses, Claudenice Pontes, informou na manhã desta quarta-feira, que a vacinação começa no próximo sábado (11) para os moradores do Clube de Campo Alvorada, e depois vai, gradativamente, se expandir para toda a cidade.

As vacinas também já estão sendo aplicadas em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, e Palmares, Mata Sul do Estado, após um estudo apontar que estas cidades fazem parte da rota por onde o vírus poderia entrar em Pernambuco. A secretária de saúde de Palmares ainda não informou como será feita a ação.

Entre as hipóteses, também estão possíveis surtos de herpes e infecção por dengue, além de envenenamento. Nessa terça-feira (7) a SES informou que técnicos do Programa Estadual de Controle das Arboviroses estiveram em Aldeia para coletar os animais, com o objetivo de fazer as análises no Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) para averiguar o que pode ter provocado as mortes.

JC
header ads
header ads header ads