Sérgio Moro pede demissão do ministério da Justiça


Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, o ministro Sérgio Moro (Justiça) deve entregar o cargo nesta sexta-feira (24). Moro deixa o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) horas após a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, publicada nesta madrugada no Diário Oficial da União.

A exoneração, que foi publicada com as assinaturas eletrônicas de Bolsonaro e Moro, foi considerada pelo ex-ministro como uma interferência do Planalto nas decisões do ministério, já que o cargo de diretor da PF é subordinado a ele.

Sérgio Moro largou a carreira de juiz federal para compor a equipe ministerial de Bolsonaro e tomou posse com um discurso que reivindicava total autonomia. Com o status de "superministro", Moro se tornou o ministro mais popular do governo Bolsonaro.

Em pesquisa realizada pelo Datafolha em dezembro de 2019, Moro tinha aprovação superior à do presidente. De acordo com a pesquisa, 53% da população avaliava como ótima/boa a gestão do ex-juiz no Ministério da Justiça.

Folha PE
header ads
header ads
header ads