Ipem fiscaliza bombas de combustíveis e encontra fraudes no interior


Durante esta semana, o Instituto de Pesos e Medidas do Pernambuco (Ipem-PE), em parceria com a polícia civil, técnicos do Instituto de Pesos e Medidas de São Paulo (Ipem-SP) e do Inmetro, está realizando a operação Olhos de Carcará. A ação visa fiscalizar as bombas de combustíveis e identificar possíveis fraudes dos postos da capital e do interior.

Durante a ação, os fiscais verificam os equipamentos de medição utilizados nos postos, bem como as bombas de combustível e as medidas de volume de 20 litros. Até o momento, as equipes do instituto vistoriaram 16 postos de combustíveis e encontraram irregularidades em cinco estabelecimentos, o que corresponde a 31,25% do total já visitado.

Somente nesta quinta feira (08), dois postos em Caruaru e um em Toritama foram autuados após ser constatado o sistema de fraude com vazão de erro de aproximadamente 15% além do permitido. Os postos autuados terão dez dias para apresentar defesa junto ao instituto. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão.

"Encontramos cabos desconectados e interligados direto ao escritório. É um tipo de fraude muito difícil de ser constatada pelo consumidor, pois o visor da bomba mostra todos os dados corretamente, mas a cada 20 litros o consumidor perdia 2,8 litros", afirma a oordenadora de Metrologia Legal , Edna Menezes.

O consumidor que desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800-0081-1526, de segunda a sexta, das 8h às 14h, ou enviar e-mail para: ouvidoria@ipem.pe.gov.br.

0 Comentários

header ads
header ads
header ads